Excavações revelam escadaria do período do Segundo Templo na Cidade de Davi

Há 2000 anos atrás, peregrinos começavam sua caminhada para o Monte do Templo desde deste local. 

Uma seção de uma rua pavimentada com pisos em lajes de pedra, indo para o sul na direção do interior da piscina de Siloé que descoberta em escavações realizadas pela a Autoridade de Antiguidades de Israel. Na parte de fora de Siloé, a escavação na Cidade de Davi e no Parque Nacional das muralhas de Jerusalém.

As escavações estão sendo conduzidas em cooperação com a Autoridade dos Parques e Reservas Naturais de Israel, financiado pela Fundação Elad, sob supervisão do Professor Ronny Reich da Universidade de Haifa e Eli Shukron da Autoridade de Antiguidades de Israel. 

A existência desta rua em forma de escadaria tem sido conhecida há mais de cem anos, desde que foi descoberto pela primeira vez entre 1894 e 1897 pelo Professor 

Frederick J. Bliss e Archibald C. Dickey do Fundo de Exploração da Palestina britânica e, em seguida, cobertas e preenchidas no final de sua escavação. Outras seções desta mesma estrada, ao norte, foram escavadas e cobertas no passado, inclusive durante as escavações de Jones em 1937 e Kathleen Kenyon 1961-1967. 

Esta seção da rua foi descoberta em uma distância de 550 metros ao sul do Monte do Templo. A rua representa a central rua de Jerusalém, que ascendeu a partir do canto noroeste do Segundo Templo até a parte externa da piscina de Siloé. 

Segundo o professor Ronny Reich, "No Período do Segundo Templo, os peregrinos começavam a subida para o templo a partir daqui. Este é o ponto mais meridional da rua, dos quais uma parte já foi descoberto ao longo do lado ocidental do Monte do Templo ". 

A escavação atual concentrou-se em uma faixa muito estreita (1-2 metros de largura) nas seções a oeste da estrada. Essencialmente, os trabalhos de escavação tem removido a terra que havia sido preenchido pela escavação anterior sobre as seções que já descobriram. Esta seção do rua é construída no estilo do Segundo Templo, que inclui passos passos largos e estreitos alternativamente. 

Mais trabalho deve ser feito para esclarecer o que foi o relacionamento entre a seção atual escavada, do piso do caminho e do canal de drenagem que foram descobertos nas proximidades, há dois anos. 

 

Cortesia da Autoridade das Antiguidades de Israel

Fotos: Vladimir Neichin