59 sarcófagos foram descobertos em Gizé no Egito

Uma missão arqueológica egípcia descobriu uma grande coleção de sarcófagos selados de 2.500 anos, ou seja, por volta do VI século AC, e estatuetas na necrópole de Saqqara em Gizé no Egito.

Abrindo um dos sarcófagos ricamente decorados pela primeira vez antes da mídia chegar, a equipe revelou os restos mumificados envoltos em um pano de enterro que trazia inscrições hieroglíficas em cores brilhantes.

A dramática descoberta foi descoberta ao sul do Cairo, no extenso cemitério de Saqqara, a necrópole da antiga capital egípcia de Memphis, um local do Patrimônio Mundial da UNESCO.

No local foram descobertos nada menos que 59 caixões pintados, em formato de antropóides. Cerca de 40 foram exibidos para a imprensa internacional.

A maioria dos caixões abrigava restos mumificados que a pesquisa inicial sugere que seriam sacerdotes, altos funcionários e elites da sociedade egípcia antiga.

Todos eles, provavelmente teriam sido submetidos aos complexos rituais de sepultamento do Egito antigo depois que morreram, incluindo a remoção do cérebro com um gancho de ferro, conforme era o costume.

Os detalhes da descoberta e as imagens foram amplamente divulgados pela Agência de Notícias Reuters. Foto ilustração: PixaBay

1 comentário em “59 sarcófagos foram descobertos em Gizé no Egito”

Os comentários estão encerrado.