Acusador de Netanyahu se complica

O caso contra o procurador de justiça, Avichay Mandelblit está ficando cada vez mais complicado. Há muito tempo foi revelado que existem fitas ocultas, que incluem informações importantes sobre sua conduta no caso Harpaz, que não foi incluído com evidências ocultas por ele, que não foi trazida à atenção do público, nem para o Comitê de Detecção que o elegeu para o cargo de Procurador Geral de Justiça.

No entanto, apesar das críticas públicas, a Procurador Geral de Justiça não apenas permanece no cargo, mas também está desempenhando a única função que pode determinar uma investigação de seu próprio caso – o Procurador do Estado.

Ou seja, Avichay Mandelblit está ocupando dois cargos com pleno conflito de interesses. Ainda sim, ele se acha no direito de apresentar cartas de acusações a uma figura política tão importante quanto o Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu. O que é ainda mais alarmante é o fato de que o Caso Harpaz, foi levantado contra o então Chefe Geral das Forças de Defesa de Israel, Gabi Ashkenazi, que posteriormente se opôs a Netanyahu e agora ocupa um cargo no governo.

O envolvimento de Avichay Mandelblit e sua tentativa de apagar indícios no caso Harpaz, poderá levar o procurador a ruína, além disso, destruir as acusações contra Benjamin Netanyahu que poderá governar por mais 1 ano e meio, sem chegar ao banco dos réus.

1 comentário em “Acusador de Netanyahu se complica”

  1. É,quem tem telhado de vido que não jogue pedra no do vizinho.
    “O que começa ko pleito parece justo,até que vem o outro e o examina”(Pv 18.17).
    Certa vez,um pastorzão-chefe elegeu um pastor subalterno a chefe,apoiando-se em um suposto contato que esse pastorzão teve com Deus.Depois de algum tempo,esse pastor subalterno caiu em pecado sério.E agora?O pastorzão chefe se condenar o subalterno,estará mostrando explícitamente que Deus não lhe apareceu coisa nenhuma já que em suas falas,disse que Deus lhe havia falado diretamente que o pastor subalterno era um homem ungido especialmente escolhido pelo próprio Deus.Aí,vergonhosamente,não exerceu justiça e se omitiu inteiramente alegando que o caso estava muito ’embolado e emanharado’ para ele fazer o desembolo.
    Se esse que acusou Netanhyahu tem podre em sua vida,agora ele vai deixar Netanhyahu em paz.

Os comentários estão encerrado.