Alerta: 19 casos de leptospirose na Galiléia

Leptospirose – Os serviços médicos no norte de Israel estão alarmando a população para não banhar-se nas fontes e pequenos lagos no extremo norte de Israel, até agora foram registrados pelo menos 19 casos de leptospirose na região.

Tudo indica que o foco da leptospirose está limitado a algumas piscinas na região do norte do Golan e da Alta Galiléia, mas todo cuidado é pouco.

A leptospirose é uma infecção causada pela bactéria em forma de saca-rolhas chamada Leptospira. Sinais e sintomas podem variar de nenhum a leves, como dores de cabeça, dores musculares e a febres; a hemorragia severa dos pulmões ou meningite.

Se a infecção faz com que a pessoa fique amarela, tenha insuficiência renal e hemorragias, em seguida, ela é conhecida como doença de Weil. Se ela também provoca o sangramento nos pulmões, em seguida, é conhecida como síndrome da hemorragia pulmonar grave.

Até 13 tipos genéticos diferentes de Leptospira podem causar a doença em seres humanos, que podem ser transmitidos tanto por animais selvagens quanto domésticos. O animal mais comum a transmitir a doença são roedores. Pode ser transmitida pela urina de animais ou a água ou o solo contendo urina de animais que entram em contacto com rupturas na pele, olhos, boca ou nariz.

Este é p primeiro surto de leptospirose em Israel nas últimas décadas.