Árabe israelense foi preso por espionagem para Irã

Um homem de 50 anos, Ayman Haj Yahya, morador da cidade de Taybe, cerca de 30 quilômetros a nordeste de Tel Aviv, foi preso este mês pelo Serviço de Segurança Nacional, o Shin Beit, e está sendo acusado de ter espionado para o Irã.

Ayman Haj Yahya que encontrou por duas vezes com um representante do Irã que é libanês, Halad Yamani, na Europa, foi detido e será levado a julgamento por espionagem para Irã e contra o Estado de Israel.

Ayman Yahya é acusado de contatar um agente inimigo, revelando uma decisão de trair, entregando informações ao inimigo com a intenção de prejudicar a segurança do Estado de Israel, tentativa de destruir evidências, lavagem de dinheiro que é proibida por lei, e tentativa de prejudicar procedimentos judiciais.

Esta não é a primeira vez e com certeza não será a última em que um cidadão israelense cai na besteira de tentar trabalhar para o inimigo, não somente por ideologia, mas também por dinheiro, muito dinheiro. Infelizmente é algo triste, pois a partir do 50 anos, ele passará o resto de sua vida, longe dos seus familiares.