Atentado de facadas na estrada 443 entre Jerusalém e Modiin

Os palestinos não abandonam o terrorismo mesmo, apenas 3 dias depois de um atentado por atropelamento na Samaria, não muito distante da cidade bíblica de Siló, agora, ainda na região de Benjamin, atentado a facadas.

O atentado ocorreu quando um jovem israelense parou para abastecer no único posto no caminho Modiin – Jerusalém pela segunda mais importantes estrada que liga Tel Aviv a Jerusalém, um grupo de jovens palestinos estava no local e um dos jovens começou a esfaquear o jovem israelense.

Felizmente no local haviam seguranças que mataram o jovem palestino antes que este assassina-se o jovem israelense que foi levado âs pressas para o hospital emn estado grave, mas está fora de perigo.

Ainda, segundo a mídia israelense, o serviço de segurança nacional está tentando capturar outros palestinos que estavam com o jovem e foram cúmplices do caso, sendo que fugiram imediatamente com os disparos.

Este tipo de atentado prejudica ainda mais a difícil relação entre árabes e judeus, no posto de gasolina onde ocorreu o atentado trabalham diversos árabes onde ganham o seu pão durante anos, agora podem ter o seu emprego em risco se os israelenses pararem de utilizar os serviços do posto.

O incidente ocorreu em uma região das mais pitorescas da Terra Santa, bem em frente a cidade bíblica de Beit Horon na região montanhosa de Benjamin.