Atentado em Jerusalém a Tiros, Dois Mortos

Mais um atentado a tiros em Jerusalém. A investigação inicial revelou que um terrorista estava dirigindo junto ao cruzamento da Colina Francesa (Giva Tzarfatit)  e continuou acelerando em direção a estação de VTL rapidamente, em frente ao Quartel General da Polícia de Israel e abriu fogo contra várias pessoas que estavam na estação. Como resultado, uma mulher ficou inicialmente gravemente ferida. Ele continuou dirigindo em direção a cruzamento de Clermont-Ganneau e atirou em uma mulher que estava em seu carro.

O terrorista continuou dirigindo na direção de Sheikh Jarrah, parou seu carro na estrada, e uma equipe de policiais em motos perceberam o tumulto e atiraram nele. Na troca de tiros ele que feriu gravemente um policial e outro policial ficou levemente feridos. Outra equipe de Guardas de Fronteiras recebeu o relato e estava perto do carro do terrorista, dispararam com precisão para neutralizá-lo. devido a relatos de civis, as forças de segurança revistaram a área para buscar mais suspeitos de envolvimento no caso.

Aaron Adler, paramédico do Magen David Adom que chegou de motocicleta na cena do crime para prestar cuidados e primeiro socorros disse: “Quando cheguei, vi uma mulher de cerca de 60 anos de idade com ferimentos à bala na parte superior do corpo. Ela estava inconsciente, sem respirar e sem pulso. Demos-lhe um tratamento médico para salvar vidas, Colocamos ela em nossa ambulância de tratamento intensivo assim que chegaram ao local e ela foi levada em estado crítico. ”

Infelizmente, ambos os feridos morreram logo após serem levados para o hospital.

O porta-voz Fawzi Barhoum do Hamas responderam ao ataque: “A operação de Jerusalém é uma resposta natural aos crimes contínuos da ocupação contra os palestinos e a Mesquita Al-Aqsa”.