Ativista do Hezbollah foi exterminado no Irã

A agência de notícias iraniana Fares noticiou hoje esta semana o assassinato do agente do Hezbollah, Dr. Habib Dawid, no centro da capital, Teerã, por pistoleiros em uma motocicleta. O incidente teria ocorrido na última terça feira.

Segundo a reportagem da Fares, Dawid foi morto a tiros por dois assassinos em uma motocicleta que passava perto do carro em que ele estava sentado com sua filha. Dawid e sua filha foram mortos e suas mortes foram determinadas no local.

Até este ponto, não está claro o papel de Dawid na organização terrorista libanesa e o que ele fez em Teerã. Dawid morava no bairro de Bustan, um bairro habitado por organizações terroristas xiitas seniores fora do Irã, o mais famoso das quais era Abu Mahadi al-Mohandes, comandante da organização guarda-chuva das milícias xiitas no Iraque que foi assassinado em janeiro ao lado do comandante da Força Quds da Guarda Revolucionária o Irã, Qassem Suleimani.

O método de assassinato, dois assassinos em uma motocicleta, é um método bem conhecido da organização Mujahideen Halk, uma organização de esquerda que se opõe ao regime no Irã e que já realizou uma série de assassinatos de oficiais e cientistas iranianos. Segundo fontes estrangeiras, a organização opera em cooperação com a agência de inteligência israelense, o Mossad, e a Agência de Inteligência Americana, conhecida como CIA.

1 comentário em “Ativista do Hezbollah foi exterminado no Irã”

  1. Está mais do que evidente de que forças estrangeiras estão por trás dos últimos acontecimentos no irã.Pouco a pouco,o país vai sofrendo de revezes.
    “Invoco o SENHOR,digno de ser louvado,e serei salvo dos meus inimigos”(2 Sm 22.4).

Os comentários estão encerrado.