Ativista social em Israel incendiou-se causando pânico nacional

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

No auge de uma onda de protestos causada pela mudança da lei que garante imóvel popular e público para as populações mais pobres de Israel, um dos ativistas, Moshe Silman, lançou sobre seu corpo combustível e acendeu, incendiando-se na frente dos meios de comunicação.

O caso que foi transmitido pelos principais meios de comunicação no país causou um grande escândalo público e repercussão nacional. Em resposta ao caso gravíssimo, o Primeiro Ministro de Israel, Sr. Benjamin Netanyahu ordenou aos ministros da Ação Social e da Habitação para revisarem o caso de Moshe Silman, considerando-o uma tragédia pessoal e nacional.