Coronavírus em Israel: 5 fatalidades e 2369 pacientes

O Ministério da Saúde atualizou o número de vítimas do coronavírus em Israel para 2369 pacientes. Isso depois que hoje mais cedo o número era de 2170, dos quais, 1876 estão em estado leve, 54 estão em estado moderado, 39 em estado grave e o número de fatalidades subiu para cinco pessoas.

Além destes números, ficaram em isolamento até hoje pela manhã, mais 338 pessoas de ontem para hoje, nas últimas 24 horas foram feitos 5067 exames para identificar os doentes com o Coronavírus. O número de pessoas isoladas em casa é de 63.164 pessoas em todo o país.

Não somente o número de doentes e isolados cresceu, mas também o número daqueles que ficaram curados, totalizando 58 pessoas.

Segue abaixo a lista das diretrizes que entraram em vigor a partir das 17:00 horas de Jerusalém.

Novas diretrizes contra o Coronavírus

  • A possibilidade de trabalho em pequenos números continuarão a funcionar e ainda não será usada a diretriz de manutenção de emergência, que normalmente deve ser feita pelo exército de Israel.
  • Na entrada de qualquer local de trabalho, serão realizados testes de calor, com admissão somente se uma pessoa tiver uma temperatura inferior a 38 graus.
  • Serão proibidas saídas para atividades esportivas. Será permitido somente para casamento, funeral ou aliança, desde que a atividade ocorra em um espaço aberto que não dentro de um edifício. O número de participantes não pode exceder a 10 e deve-se manter pelo menos 2 metros entre pessoas e pessoas. Será permitido mudar as crianças de residência cujos pais vivem separados.
  • Os serviços médicos e veterinários de emergência serão mantidos.
  • As entregas de alimentos para animais continuarão em operação.
  • Além disso, o Gabinete do Primeiro Ministro anunciou que o ensino a distância nas salas de aula virtuais deverão retornar a partir de hoje.
  • As regulamentações de emergência aprovadas pelo governo estipulam que todas as lojas serão fechadas, incluindo lojas que estavam autorizadas a operar até agora, como lojas de roupas e computadores.
  • A oração só será permitida fora e perto da casa, o que significa fechamento temporário das sinagogas em todo o país.

2 comentários em “Coronavírus em Israel: 5 fatalidades e 2369 pacientes”

  1. Meu entendimento sobre essa situação é que esse vírus lé uma arma biológica criada pelo governo chinês cujo objetivo principal é quebrar a economia do mundo,principalmente a economia ocidental(América do Norte e Europa).Não matará tanta gente assim mas empobrecerá governos e povos.Aí,a China entra comprando ações no mundo todo(e já está fazendo isso!) e se tornando dona majoritária de setores importantes de muitos países capitalistas.É uma grande vitória para a China sem ter disparado um único tiro.
    Penso que os países deveriam promover um isolamento social apenas do grupo de risco,idosos acima de 60 anos.O resto da população continua trabalhando,tomando precauções sanitárias.Do contrário,se continuarmos do jeito que está,a economia dos países irá à falência e nós teremos o caos nos países,desemprego em massa,saques e depredações a supermercados e postos de abastecimentos,assaltos,roubos,etc.
    “Em me vindo o temor,hei de confiar em ti”(Sl 56.3).

Os comentários estão encerrado.