Coronavírus em Israel: Governo retoma diretrizes

Após mais de 10 dias com altos números de contaminação no Estado de Israel, e mesmo diante do aumento da fiscalização e ameaça de retorno as restrições, a situação em Israel está cada vez mais instável.

Por causa da crise do Coronavírus em Israel, o governo aprovou a continuidade da ajuda aos desempregados, extendendo-a até o mês de Agosto. Além disso, o gabinete para emergência do Coronavírus juntamente com o governo decidiu retomar uma série de diretrizes na tentativa de frear o ritmo da contaminação com o COVID-19.

Atualização das Novas Diretrizes:

  • Bar Mitzva e Enterros com a presença de até 50 pessoas somente
  • Sinagogas, Igrejas, Congregações e Mesquitas com a presença de até 50
  • pessoas somente Provas e testes em Faculdades e Universidades,
  • somente através da Internet Escolas de férias operarão normalmente
  • Teatros e Casas de Cultura, té no máximo 250 pessoas Salões de Festas, até 250 pessoas em lugares abertos, 100 pessoas em lugares fechados.

2 comentários em “Coronavírus em Israel: Governo retoma diretrizes”

  1. Discordo de abrir lugares fechados! Têm que continuar fechados até segunda ordem, enquanto as coisas não melhoram. Todo o mundo tem que fazer o mesmo. Senão, poderemos ter uma pandemia ainda mais assassina do que foi a pandemia da gripe espanhola.

Os comentários estão encerrado.