Corte em Israel: Netanyahu deve se apresentar

Apesar dos advogados de Benjamin Netanyahu tentarem de todas as formas evitar que ele precisasse se apresentar no tribunal, os juízes do supremo tribunal decidiram rejeitar o apelo e obrigá-lo a se apresentar.

O Tribunal Distrital de Jerusalém rejeitou nesta quarta-feira o pedido de isenção da presença no julgamento do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu neste domingo e anunciaram que ele deveria comparecer à audiência. Após a decisão, os advogados de Netanyahu disseram que “o primeiro ministro comparecerá ao tribunal no domingo”.

A decisão declara que “enquanto o requerente afirma que ‘sua presença não é necessária para o status de leitura’, uma vez que ‘a contribuição do solicitante para a audiência será condensada confirmando que ele leu a acusação e entendeu seu conteúdo’, mas essa é precisamente a ‘contribuição’ necessária para ele, comparecer à audiência e confirmar as que ouviu as acusações. Solicitamos, como para outros réus, para comparecer e falar em tribunal.

É importante salientar de que Netanyahu é acusado de corrupção, recebimento de suborno, fraude e quebra de confiança. E agora não tem como escapar, terá que comparecer a Corte em Israel.

Fonte: YnetNews