Cresce o número de palestinos de Gaza fugindo para ISRAEL

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Desde a operação Borda de Proteção ( Tzuk Eitan ), cresce o número de palestinos que fogem da Faixa de Gaza.
No começo havia o medo de que se tratasse de operações terroristas do Hamas, pois os palestinos estavam cruzando a fronteira se arrastando por ela.
Após serem detidos e investigados os palestinos de claram que cresce também o medo do Hamas, desde que eles construíram uma estrada de patrulha junto a fronteira com o Estado de Israel, o Hamas está prendendo a todos que tentam fugir para Israel por que desconfia se tratar de pessoas que entregam os segredos do grupo para a IDF, ou seja espiões.
Normalmente quando o Hamas desconfia de que se trata de espião, não há nem mesmo investigações ou julgamento, as pessoas são assassinadas imediatamente, pondo em risco de vida até mesmo os seus parentes mais próximos.
Muitos dos palestinos que são detidos, após as investigações são levados de volta para a fronteira e obrigados a voltar para a Faixa de Gaza, muitos deles declaram que outro motivo da fulga é a fome que cresce na Faixa de Gaza, em Israel, na cadeia eles recebem pelo menos 3 refeições por dia.
Mesmo assim, entre os muitos palestinos, uma pequena minoria de todos os que são investigados são processados judicialmente por alguma atividade relacionada ao terrorismo.
Se o rítimo dos palestinos buscando a liberdade rumo a Israel crescer, isto poderá por em risco a capacidade do grupo terrorista de impor sua política de terror aos moradores da Faixa de Gaza.