Crise imobiliaria em Israel bateu recorde

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Se a demanda de imóveis no Estado de Israel não melhorar, os preços no país não vão parar de subir, com apartamentos custando na região central mais de 2 milhões de shekels.

Segundo o Ministério da Fazenda em Israel, o aumento na procura de imóveis se deu devido ao aumento do imposto previsto para o final de Junho, isto empurrou a todos os compradores em potencial a se apressarem, causando uma alta sem precedentes no país.

Israel que já se encontra em constante déficit no setor imobiliário não está conseguindo tomar meditas que contenham a constante subida nos preços.

Nos últimos dez anos, milhares de casais jovens estavam morando com os pais na esperança de juntar recursos para a casa própria, mas por causa da crise financeira no Mundo e tamb[em em Israel, a esperança se dissipou e agora estão correndo aos empréstimos e aos financiamentos, o que também está contribuindo para o aumento da procura, e a demanda, infelizmente não chega nem perto de balancear o quadro.

Segundo as estatísticas, o crescimento das vendas foi mais de 100% desde o início do ano e o mês de junho bateu récorde de todos os tempos em venda de imóveis.

Somente no mês de Junho deste ano foram vendidos mais de 16 mil imóveis, um récorde que não era quebrado desde 2013, e que equivale a 90% a mais do anterior.

A crise imobiliária foia responsável pela corrida às penúltimas eleições e poderá vir a ser o principal assunto nas próximas caso o governo não consiga tomar nenhuma medida real para reverter o quadro.