Descoberta de Fábrica de Vidro de 1600 Anos

Em escavações realizadas junto ao novo trilho da Ferrovia do Vale de Jezreel foram descobertos indícios do que era provavelmente uma das maiores fábricas de vidro industrial da região durante o Império Romano Tardio.

Segundo os arqueólogos já era conhecido de que a região de Acre e a Galiléia eram ricas em areias apropriadas para a fabricação do vidro, fato que já havia sido constatado através de exames de peças de vidro romano que foram descobertas em diversas partes do império, mas que apesar de não saberem de onde eram na Terra Santa, se sabia que vinha de Israel.

[wolf_images_slider ids=”10820,10819,10818,10817,10816,10815″]

A importância da descoberta atual é tremenda pois junto aos trilhos da ferrovia foram encontrados os fornos industriais datados do século IV, o que confirma a localização precisa de onde o vidro era fabricado, a descoberta foi realizada na ferrovia não muito distante do Kibutz Yagur e da cidade de Tivon, sendo assim, aquilo que já era conhecido através da literatura e das investigações de peças encontradas em outro lugar, finalmente foi confirmado por indícios físicos da indústria do vidro.

Além da importância arqueológica, a descoberta ainda nos revela que a riqueza de Israel, mesmo durante o período bizantino não era somente em sua cultura e história, se juntando a lista também muitos outros produtos que a tornavam uma potência da antiguidade como as Tâmaras, Azeitonas, Azeite, Vinho, Pixe para construção de estradas, Tecidos, Perfumes e agora se junta a lista o Vidro Industrial.

A pesquisa mais detalhada da descoberta está sendo feita pela Autoridade de Antiguidades de Israel e especialistas estrangeiros que entendem a importância da mesma chegaram ao país para analisar os indícios.

1600 anos depois as riquezas de Israel continuam vindo a superfície.

Abaixo, vídeo em Hebraico explicando a descoberta excepcional.