Dois filmes israelenses estarão competindo por um Oscar

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Os dois filmes documentários “Os Guardiões” e “5 Câmeras Quebradas” estarão competindo um contra o outro e contra mais três filme por um Oscar em Hollywood.

Os documentários israelenses são dois dos cinco filmes indicados para o melhor documentário no 85º. da Annual Academy Awards.

Esta é uma conquista excepcional para a indústria cinematográfica local, os dois filmes israelenses foram anunciados na quinta-feira como indicados para o melhor documentário em 2013.

“Os Guardiões”, dirigido por Dror Moré, e 5 Câmeras quebradas, dirigido por Emad Burnat e Davidi Guy, são dois dos cinco filmes para concorrer nesta categoria no Oscar e receberam a informação de que estariam na competição na última quinta-feira.

“5 Câmeras quebradas” baseia-se em filmagens de Burnat na aldeia de Bil'in na Cisjordânia a partir de 2005. Burnat documentou os primeiros anos de vida de seu bebê, e a luta não-violenta contra a construção da barreira de separação em terras da aldeia(a muralha que separa os territórios árabes do Estado de Israel). O filme mostra os seus amigos e familiares serem baleados e feridos por soldados das Forças de Defesa de Israel, e as câmeras de Burnat foram quebradas, uma após a outra.

“Os Guardiões” apresenta uma série de entrevistas com seis diretores do Shin Bet, o serviço de segurança nacional em Israel – Ami Ayalon, Avi Dichter, Yuval Diskin, Carmi Gillon, Yaacov Peri e Avraham Shalom – que falam sobre o seu serviço e os líderes a quem serviam. Cada um retorna novamente e novamente para uma questão central: Pode valores básicos da justiça universal e democracia ser acolhidos em face de frequentes ameaças contra o Estado de Israel?