Escala da a violência: Hamas continua disparos e incêndios e IDF atacou terroristas

Mais uma vez, apenas algumas horas após ambos os lados concordarem em parar o fogo, o grupo terrorista do Hamas votou a lançar mísseis, balões e pipas incendiária, o resultado foi um ataque aéreo das Forças de Defesa de Israel.

Uma aeronave da Força Aérea Israelense atacou pela primeira vez um esquadrão de lançadores de foguetes na área de Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza. Além disso, a IDF disparou contra uma motocicleta que estava sendo usada pelos lançadores de pipas e balões incendiários. Segundo o Ministério da Saúde da Palestina, dois membros da célula ficaram feridos e foram levados para o hospital em Gaza.

Enquanto isso, no Kibbutz Yad Mordechai, um incêndio ocorreu após um coquetel Molotov levado por um balão incendiário atear fogo no campo. Bombeiros obtiveram controle sobre o fogo. Além disso, um balão suspeito foi encontrado em Moshav Gaya. Nos dois casos não houveram vítimas do lado israelense.

No início da reunião do gabinete, esta manhã, o ministro da Defesa, Avigdor Lieberman, declarou: “Passamos por um fim de semana tempestuoso, e é importante enfatizar que não há intenção de aceitar disparos de foguetes, pipas e balões incendiários.

“O Hamas foi duramente atingido, os mesmos foguetes que atingiram Israel e as advertências e as pessoas que correm para os veículos blindados são uma realidade irracional e não estamos dispostos a aceitá-lo. Espero que o Hamas tire suas conclusões e não tenha que pagar o preço caro por isso”.

Ontem em um disparo por parte dos terroristas do Hamas, quatro israelenses ficaram feridos, em um contra-ataque de Israel, dois palestinos morreram após a IDF derrubar um prédio em construção que estava sendo usado pelos terroristas. A situação é crítica e se a violência continuar, poderemos estar diante de mais um conflito sem precedentes na região.