Farsa: Líder palestino apregoa greve de fome mais é flagrado comendo em cela

Mais uma vez a liderança palestina mostra que o chamado “sacrifício” e a “martirização” palestina é somente para os tolos. O líder mais carismático dos palestinos que está preso em Israel por assassinar israelenses andava apregoado a greve de fome como uma forma de pressionar o Estado de Israel. Em resposta a “greve de fome” coletiva, o serviço de segurança dos presídios de Israel divulgou imagens bem esclarecedoras do líder Marwan Barghouti comendo escondido no banheiro da cela pensando que iria escapar das câmeras de segurança de Israel.

Esta não é a primeira vez que os palestinos conclamaram uma greve de fome, a última vez, cerca de um mês atras não durou nem mesmo um dia, os israelenses em resposta convocaram diversas pessoas a fazerem um churrasco em frente a prisão dos terroristas. Eu mesmo já fiz segurança de presídios de terroristas cerca de uma década atrás e sei que eles não tem necessidade de fazer greve alguma, têm educação superior e saúde grátis, a alimentação que eles comem eles mesmos preparam com o que há de melhor, frutas, legumes e verdura frescas chegam as cadeias todos os dias, além de carne e os pães que eles preparam frescos no local, ví isso com meus próprios olhos e sei que muitos israelenses não comem carne todos os dias por acharem caro demais. Os prisioneiros palestinos recebem tudo do melhor com o dinheiro de países como o Brasil, Estados Unidos, França e etc. Pena que estes países ao invés de investirem em países realmente miseráveis na África onde milhares morrem de fome, enviam dinheiro para um bando de terroristas assassinos.