Hipocrisia da ONU, 6 anos de atraso – Governo da Síria Fez Crimes de Guerra em Aleppo

O que está acontecendo na Síria e em especial em Aleppo já a muito tempo, desde o início, é uma verdadeira chacina que visa acabar com o pouco que restou da população cristã neste país fragmentado, milhares foram massacrados pelo governo da ditatorial de Assad e milhões perderam tudo o que tinha, casas, empregos, propriedades o principal, seus parentes.

Milhares de milhares estão fugindo mundo a fora e ninguém realmente quer recebe-los em nenhum país ocidental, a desesperança nas instituições que deveriam se chamar de “direitos humanos” já até passou do limite, principalmente porque o Mundo já sabe de uma dura verdade, a maior parte das equipes de direitos humanos estavam ocupadas em uma farsa de campos de refugiados palestinos que a muito já deixaram de ser e se tornaram favelas institucionalizadas que vivem às custas do Estado de Israel, do Povo de Israel e das ocupadas “Equipes de Direitos Humanos”.

Enquanto bilhões de dólares foram despejados nos bolsos de ativistas pró palestinos contra a única e verdadeira democracia no Oriente Médio, os judeus, sim, aqueles que vivem em Israel e fora de lá arregaçaram às mangas e se espalharam com suas equipes mundo a fora praticando realmente ajuda humanitária, estão sempre um passo à frente na África, na Europa ajudando os imigrantes sírios, no Iraque e até mesmo na Síria.

Infelizmente, se Assad e sua máfia fossem julgados por crimes de guerra a quatro ou cinco anos atrás, teria se poupado do Mundo este derramar de sangue sem precedentes pelas ruas da Síria, a cidade Aleppo e sua cultura milenar teria sobrevivido as massacres do ódio desenfreado, haveriam muito menos mortos e muito menos imigrantes “indesejáveis” mundo a fora.

Agora ONU, é tarde demais para um pronunciamento, e não há dúvida alguma de que é tarde demais para fazer qualquer coisa. Está mais que claro que nem Assad e nenhum de seus comparsas pagaram por tamanha crueldade, suas mulheres continuarão a fazer shopping na Europa enquanto mais inocentes são mortos em sua terra natal e a ONU onde estará? Provavelmente como sempre votando mais alguma coisa contra Israel, algum boicote ou retaliação, mas Israel continuará a ser o único a realmente estender às mãos para a PAZ e para o feridos que chegam por suas fronteiras, dando-lhes a chance de recuperação e de re-contruir suas vidas. Ninguém irá premiar o Estado de Israel e o Povo de Israel por sua nobreza, nem precisa, Israel já foi desde milhares de anos atrás devidamente recompensando com a eleição do Eterno que continuará sempre ao lado de seu povo, o Povo Escolhido.

Abaixo Assad!!! VIVA ISRAEL PARA SEMPRE!!!!