Inscrição da Época de Davi Descoberta em Khirbet Qeyafa

As pesquisas arqueológicas na região da Judeia continuam surpreendendo o Mundo. No último verão foi anunciado ao Mundo a descoberta do que seria mais uma cidade, distante de Jerusalém, pertencente ao Reino de Davi que até então era considerado inexistente.

Nesta nova temporada em Khirbet Qeyafa mais uma descoberta está lanlando luz no período antigo da história do povo de Israel, mas ou menos em 3000 anos AC.

A inscrição que pode ser facilmente lida pelos arqueólogos de Israel אשבעל בן בדע – Eshbaal Ben Bada, ou seja, Esbaal Filho de Badaa, segundo os arqueólogos se trans de uma inscrição em cananeu antigo, que se parece muito com o hebraico antigo.

O nome Esbaal é o mesmo nome do filho de Saul que reinou sobre Israel quando Davi já reinava sobre o Reino de Judá, sendo que o nome aqui descoberto não se trata da mesma pessoas, pois está escrito: Filho de Badaa.

Esta é a primeira vez que os dois nomes aparecem em descobertas arqueológicas, o que nos faz compreender que o nome Esbaal era um nome comum e que haviam outros com o mesmo nome do filho de Saul que foi morto e cuja cabeça foi entregue para Davi na cidade de Hebrom.

Ainda, segundo os arqueólogos, o fato do nome ter sido encontrado em um recipiente tão grande em uma cidade da monarquia de Davi demonstra que o indivíduo era dono de posses e é bem provavel que o recipiente continha a parte dos impostos que era paga ao Rei Davi.

Eshbaal Ben Badaa foi provavelmente dono de alguma fazendo e próspero e por isso tinha condições de trazer os impostos para a cidade de Searim que está relacionada com Khibert Qeyafa nos dias de hoje.

As pesquisas arqueológicas neste verão em Khirbet Qeyafa estão apenas começando, provavelmente teremos muitas coisas a serem reveladas ainda neste lugar incrível.