Intoxicação na Jordânia, 1 morto e 700 hospitalizados

Hoje ocorreu um incidente grave de contaminação na Jordânia, onde um menino de cinco anos morreu e 700 civis foram hospitalizados nesta quarta-feira, em condições leves a moderadas depois de comerem shawarma(churrasco grego do Oriente Médio) em um estande de shawarma na capital da Jordânia, Amã.

O Ministério da Saúde da Jordânia divulgou uma declaração afirmando que o número de pacientes hospitalizados como resultado do envenenamento chegou a cem pacientes na terça-feira e hoje atingiu 700 pessoas.

O vice-ministro da Saúde do país foi citado na mídia hoje dizendo que a maioria dos pacientes foi liberado dos hospitais para suas casas após receber lavagem gástrica e soro.

O evento começou depois que o dono de uma barraca de shawarma ofereceu pratos a um preço que “quebrou o mercado” no bairro de Baka, no norte da capital da Jordânia, por menos de seis shekels(algo em torno de 8 reais, por porção de pita(p’ao árabe). O que os clientes não sabiam era que, devido à forte onda de calor no país, a geladeira que continha a carne para shawarma parou de refrigerar e a carne estragou, tornando-se perigosa para comer, levando a intoxicação da multidão.

O shawarma é um prato muito comum em Israel, mas o preço mais barato que se encontra por aqui é por volta de 20 shekels em qualquer parte do país, os melhores e mais fartos podem chegar a 40 shekels, algo em torno de 60 reais no Brasil.