Irã prova suas intenções malignas: Vamos enriquecer urânio

Porta-voz da agência nuclear do Irã declarou ontem a Agência de Não Proliferação de Armas Nucleares que seu país irá informar a organização internacional quando começarão a enriquecer urânio. Ao mesmo tempo que o Irã prova ao Mundo suas intenções malignas, o governo de ditadura religiosa visa fazer pressão contra o ocidente para ceder ao desejo dos Aiatolás de por o Mundo livre cativo de extremistas muçulmanos xiitas, isto poderá acabar muito mal, principalmente para o povo iraniano.

Infelizmente a liderança islamista do Irã não aprendeu nada com o que ocorreu no Egito, na Líbia, Síria e Iêmen, onde a pressão social levou os países a um verdadeiro caos e a uma guerra civil sem precedentes. Com exceção do Egito, a maior nação árabe da região, que graças a uma ação severa do exército que livrou-os do caos, todos os outros estão muito longe de voltarem a normalidade. A diferença entre eles é que o Irã não conseguiu investir em guerrilhas dentro do Egito, pois se tivesse prevalecido, hoje o país das pirâmides teria se tornado um verdadeiro inferno.

Por enquanto, o Programa Nuclear do Irã está servido como neblina para os verdadeiros problemas de violação de direitos no Irã, pessoas são condenadas a prisão e morte por simplesmente não seguirem as “regras” dos islamistas ou por professarem uma fé que não é em Maomé.

Enquanto no Irã o país se mergulha cada vez mais em uma ditadura religiosa, parece que na Arábia Saudita vizinha, algo está acontecendo de positivo, pela primeira vez mulheres poderão dirigir carros legalmente, esta é uma grande vitória em um país que se algum tempo atrás vissem o tornozelo ou o pulso, a mulher poderia ser executada na rua e diante do público.

Crimes contra as mulheres são cometidos diariamente no Irã

Infelizmente ninguém faz nada para impedir a condenação a morte ilegal de inocentes no governo totalitário no Irã. Atenção e cuidado, imagens fortes.

Crimes contra as mulheres dos Islamistas na Arábia Saudita

Abaixo, cuidado, imagens fortes, mulher sendo decapitada em público na Arábia Saudita somente a dois anos atrás. Cuidado, imagens fortes.

https://www.youtube.com/watch?v=AxOzDoGP5ig

Um empregador saudita cortou o braço direito de uma empregada doméstica indiana depois que ela reclamou à polícia que o empregador a estava maltratando, disse a irmã da mulher na sexta-feira.

https://www.youtube.com/watch?v=LD8R-rjnkD4