Israel contra-ataca com caças na Faixa de Gaza

As Forças de Defesa de Israel estão atacando vários alvos na Faixa de Gaza em resposta aos pesados ​​morteiros e mísseis que foram disparados na manhã de terça-feira contra comunidades judaicas ao redor da Faixa de Gaza. Anteriormente disse o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu na cidade de Maalot Tarshiha que “Israel responderá com severidade aos ataques sobre as cidades de Israel pelo Hamas e a Jihad Islâmica na Faixa de Gaza.

As Forças de Defesa de Israel vão reagir fortemente a esses ataques. Israel exige um preço caro, vemos o Hamas como o responsável.

Por volta do meio-dia o debate do Gabinete de Segurança do Estado de Israel terminou, e logo em seguida começaram os ataques aéreos no sul e centro da Faixa de Gaza contra alvos da Jihad Islâmica.

Netanyahu postou  em seu perfil no Twitter: “Demonstrações silenciosas paz? 57 disparados contra civis israelenses, incluindo um jardim de infância”

O porta-voz do Hamas disse hoje: “Israel irá falhar na tentativa de mudar as regras do conflito e estabelecer uma nova equação na questão da “Resistência Faixa de Gaza”, que se reserva o direito de responder e ficar em silêncio no interesse do nosso povo, e não é derivado de fraqueza.”.

As Forças de Defesa de Israel atacaram um posto de força naval do Hamas na Faixa de Gaza e atacaram alvos da Jihad Islâmica na região central e sul da Faixa de Gaza.

Diversos morteiros lançados pelo Jihad com a permissão do Hamas caíram sobre um jardim de infância, se as crianças não estivessem no abrigo anti-aéreo, poderiam haver dezenas de mortos conforme relatou o Tenente Coronel Jonathan Conricus da IDF.

Por causa do incidente que está ocorrendo, especialistas em segurança estão afirmando que está crescendo a possibilidade de haver uma nova guerra nesta região durante o verão que está próximo.

Foto ilustração: PixaBay – Fonte: Porta voz da IDF e Twitter