Israel desmantelou rede terrorista na Samaria

O Shin Bet revelou aos meios de comunicação hoje em Israel, que rede terrorista incomum que planejou ataques terroristas em Tel Aviv e Jerusalém foi identificada e desmantelada.

A infra-estrutura terrorista que operou por cerca de seis meses em Nablus(Siquém) e abrangia mais de 20 terroristas. Eles planejaram um ataque suicida em Jerusalém e atentado com carga explosiva em Tel Aviv. Entre outras coisas, um dispositivo explosivo de 10 kg de explosivo foi apreendido, ele seria disparado remotamente por um celular, tudo indica que estavam afiliados ao grupo terrorista Jabhat a-Nusra que opera na Síria.

Shin Bet, a IDF e a polícia agiram juntos durante os últimos meses afim de revelar todos os detalhes da infra-estrutura terrorista que era relativamente grande, agindo principalmente na área de Nablus. Embora a infra-estrutura seja atribuída ao Hamas, as primeiras investigações demonstraram que a iniciativa inicial foi de um agente da organização terrorista Jabbat a-Nusra, na Síria.

Esta infra-estrutura terrorista operou desde outubro do ano passado até que os ativistas foram presos no final de abril deste ano e foram presos mais de 20 terroristas, a maioria deles filiados ao Hamas e alguns com uma rica história de atividades terroristas, incluindo a fabricação de explosivos e artefatos para explosivos.

No interrogatório dos suspeitos no Shin Bet, ficou claro que os terroristas eram responsáveis ​​por organizarem ataques terroristas em cidades de Israel, incluindo um ataque a bomba em Tel Aviv, um atentado suicida em Jerusalém, uma carga explosiva em Itamar e ataques a tiros na região de Samaria.

Fonte: Porta-voz das Forças de Defesa de Israel e ShiBet