Israel destrui base de armas químicas na Síria

A agência de notícias oficial da Síria – SANA, informou na noite de ontem, segunda-feira ocorreu mais um ataque israelense em seu território. O alvo que foi sendo atacado é considerado uma exceção em seu alcance e pela sua distância, no interior do território do país, no norte da Síria, e provavelmente destruindo instalações de desenvolvimento de armas químicas.

O relatório oficial da Síria afirma que os sistemas de defesa aérea foram acionados contra “alvos hostis” perto de Aleppo, uma cidade milenar no norte da Síria. Segundo os meios de comunicação do país, Israel está por trás do ataque. Segundo o canal iraniano de Al-Alam, o ataque foi realizado na área de “instituições de pesquisa científica” na área de al-Safira, a leste de Aleppo.

A Síria alega que é Israel, mas quem normalmente ataca naquela região é a Rússia, os Estados Unidos e a Turquia. A Força Aérea de Israel costuma realizar ataque próximo a Damasco e no Golan sírio.

O ataque na noite passada se junta a pelo menos mais cinco ataques atribuídos a Israel na Síria no mês passado – dois dos quais foram incomuns em seus alvos: bunkers ou cavernas subterrâneas onde estavam escondidas armas avançadas, no aeroporto de al-Ma’aza, perto de Damasco, e nove bunkers ao ar livre que foram bombardeados no norte da cidade.

Cerca de dois meses atrás, segundo fontes estrangeiras, Israel teria atacado um alvo na área de Homs, onde uma instalação de armas químicas estava escondida pelos sírios.

Se as notícias da SANA estão corretas, Israel teria destruído base de armas químicas na Síria, ou pelo menos centro de desenvolvimento das mesmas, fazendo assim um favor a humanidade.

1 comentário em “Israel destrui base de armas químicas na Síria”

  1. E um favor à humanidade sim!A ONU,se fosse honesta,deveria congratular e dar um prêmio à Israel,e não,ficar acusando-a para agradar os islâmicos antisionistas.
    “E todos os povos da terra verão que és chamado pelo nome do SENHOR, e terão medo de ti”(Dt 28.10).

Os comentários estão encerrado.