Israel destruiu base de defesa aérea da Síria

Mais uma vez nesta semana, aeronaves d Força Aérea de Israel atacaram nesta madrugada (quarta-feira) de novo e destruiram uma das principais bases de defesa aérea síria do exército do governo sírio na região de Damasco, a informação foi passada por funcionários da oposição síria.

Segundo os relatos, em quatro minutos para a meia-noite e a IDF e seus caças fizeram mais ataque aéreo aos alvos militares em Mount Kasion sob o controle do governo de Assad e destruiram significativamente os sistemas de radar da defesa aérea síria. O regime de Assad ainda não publicou uma resposta oficial sobre o assunto.

O ataque de Israel veio somente alguns dias após o governo da Síria revidar ao ataque de Israel a uma base de armamento na Síria que era patrocinada pelo Irã e o Hezbollah, o exército da Síria havia contra-atacado com mísseis em direção ao Estado de Israel e a resposta de Israel, apesar das ameaças dos sírios foram duras e chegaram bem mais cedo do que se pensava.

As notícias do ataque desta israelense madrugada juntou a um número de outros casos nos últimos dias, incluindo informações sobre ataques aéreos contra alvos na Síria, especialmente posições de defesa aérea do exército sírio e do Hezbollah. Além disso chegaram informações de que houve um outro ataque aéreo na área de Quneitra, que eliminou um chefe senior da Defesa contra a Milícia na região que trabalhava para Bashar al-Assad, além disso uma unidade militar treinada e financiada pelo Irã e Hezbollah, com o objetivo é se preparar para um confronto com Israel.

Desta forma o Estado de Israel e a IDF estão sinalizando que existem um patrão na região e que as Forças de Defesa de Israel continuam mantendo a soberania no Oriente Médio e é melhor não mexer com o Estado de Israel.