Israel deverá remodelar a região da baía de Haifa

Em sua reunião, o governo aprovou por unanimidade o acordo entre o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o ministro da Proteção Ambiental, a parlamentar Gila Gamliel, sobre o estabelecimento de um comitê executivo interministerial para o desenvolvimento e a promoção da Baía de Haifa e o futuro da indústria pesada na região.

De acordo com a decisão do governo, o comitê publicará os principais pontos do plano para comentários públicos, antes de submetê-lo ao governo no prazo de 90 dias de sua criação. A idéia é transferir as indústrias pesadas que se localização na região metropolitana da Baía de Haifa, afim de acabar com a poluição em uma das regiões mais habitadas do país, além de criar novas oportunidades imobiliárias e ampliar as áreas verdes na região.

Após os graves incidentes que ocorreram no Líbano, aumentou a preocupação da presença de indústrias pesadas junto a grandes populações caso algum incidente ou atentado possa acontecer na região. No passado, o grupo terrorista Hezbollah ameaçou causar grandes baixas em Israel, dando a entender que estava disposto a disparar contra um grande depósito de amônia na região, o que poderia levar a morte de dezenas de milhares de pessoas no norte do país.

A Baía de Haifa, é a maior área industrial do país, abriga não apenas refinarias de petróleo, fábricas de produtos químicos e outras instalações industriais e comerciais, mas também áreas residenciais e complexos de infraestrutura nacional, como um porto marítimo e um aeroporto.

Tudo isso também está próximo a áreas agrícolas, reservas naturais, florestas, o riacho Kishon (Quison) e uma grande praia. Como tal, regulamentos exclusivos são necessários para garantir que a saúde e o meio ambiente da Baía de Haifa e de seus residentes sejam protegidos.

Em setembro de 2015, um plano de ação atualizado para reduzir a poluição do ar e os riscos ambientais na Baía de Haifa foi aprovado por unanimidade pelo governo, ms até agora nenhum passo concreto havia sido tomado. Esta é a primeira vez que o governo decidiu a favor da criação de uma comissão que será a base para as decisões que serão tomaadas.

1 comentário em “Israel deverá remodelar a região da baía de Haifa”

Os comentários estão encerrado.