Israel em alerta junto a fronteira com o Líbano

As IDF reforçaram as tropas na fronteira com o Líbano ontem, após uma avaliação da situação que concluiu que o Hezbollah poderia responder agressivamente a um ataque militar no início desta semana na Síria que foi atribuído pela mídia árabe, a Israel.

O treinamento do 13º Batalhão da Brigada Golani foi interrompido e os soldados foram mobilizados em vários pontos ao longo da fronteira norte com o Líbano.

Fontes libanesas confirmaram ao Al-Sharq Al-Awsat que o grupo terrorista Hezbollah havia decidido responder a um ataque próximo ao aeroporto de Damasco que levou à morte de um terrorista da organização.

Fontes próximas ao Hezbollah também disseram que a resposta estava sujeita a uma equação estabelecida pelo Secretário-Geral Hassan Nasrallah no ano passado, segundo a qual haveria uma resposta do Líbano em qualquer caso que a IDF matar um de seus agentes na Síria.

Israel também não descarta a possibilidade de uma resposta iraniana, que pode incluir o lançamento de foguetes ou drones na direção de Israel. À noite, vários postos de controle foram implantados ao longo da estrada norte. “Vemos movimento, vemos preparativos, mas essas são coisas rotineiras”, tranquilizou Giora Salz, chefe do Conselho Regional da Alta Galiléia no norte de Israel.
“Os moradores não estão sendo afetados ou têm medo da tensão, nem lhes dissemos que tudo está seguindo a rotina, para que não digam depois ‘Se está tudo bem, por que você diz isso?'”

Proprietários de pousadas e quartos de hóspedes informaram ontem que os cancelamentos de férias ainda não foram registrados como resultado de tensões de segurança. “Não apenas não houve cancelamentos, mas mais convidados vieram até nós”, disse Orly Shoshani, proprietária de pousadas em Metula, ontem. Metula é uma cidade bela na fronteira entre Israel e Líbano, de suas ruas pode-se ver o outro lado da fronteira e normalmente é uma das cidades mais afetadas quando Hezbollah ataca na região norte.

Foto acima: Metula no norte de Israel

2 comentários em “Israel em alerta junto a fronteira com o Líbano”

Os comentários estão encerrado.