Israel em prontidão na fronteira com o Líbano

Em Israel estima-se no setor de defesa que o Hezbollah tentará executar um ataque terrorista como resposta a morte de seu militante, antes da Festa do Sacrifício (Eid al-Adha), que ocorrerá na próxima quinta-feira.

Neste omento, as Foras de Defesa de Israel permanecem de prontidão e em alerta máximo ao longo da fronteira norte.

Não se pode ver soldados ou outros alvos militares ao longo da própria fronteira, para não fornecer ao grupo terrorista do Hezbollah alvos móveis para mísseis anti-tanque ou outros tipos de disparos.

O porta-voz da IDF disse que, de acordo com a avaliação da situação atual, decidiu-se reforçar o Comando do Norte com sistemas avançados, de coleta e forças especiais, principalmente o reforço de forças blindadas guiadas com precisão.

Como mencionado nesta manhã, terça-feira, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu realizou uma avaliação da situação na fronteira norte por causa das tensões na região, juntamente com a participação do chefe de gabinete Aviv Kochavi, além do chefe do Comando do Norte, o chefe de operações e outros altos oficiais de defesa.

Após avaliar a situação, Netanyahu disse: “A ação de ontem foi importante, impediu a intrusão em nosso território. Tudo o que está acontecendo agora é o resultado de uma tentativa de estabelecer uma base militar em nossa região pelo Irã e suas metástases no Líbano. Hassan Nasrallah está atendendo a esse interesse iraniano às custas do Líbano, além de estar testando as Forças de Defesa de Israel e o Estado de Israel. Nós estamos determinados a nos defender.”

2 comentários em “Israel em prontidão na fronteira com o Líbano”

Os comentários estão encerrado.