Israel está testando Camostat Mesylate para tratar doentes de COVID-19

Solução para o COVID-19? Mais uma vez os médicos de Israel estão testando um medicamento diferente para tentar livrar os pacientes com COVID-19 da morte. O medicamento é Camostat Mesylate, uma droga que foi amplamente usada no Japão e teve grande resultado no tratamento de pessoas idosas.

O testes estão sendo feitos no hospital Hadassa Ein Karem em Jerusalém. Segundo os dados publicados, o Camostat Mesylate se mostrou mais eficaz que a Hidroxicloroquina que é utilizada para tratamento da Malária.

O Camostat Mesylate é um medicamento que foi comprovado em pesquisas básicas por uma equipe alemã de pesquisadores para inibir a penetração do vírus nas células saudáveis do tecido humano.

Esta droga é normalmente usada para a pancreatite crônica, a dose típica de Camostat é de 600 mg por dia, e para esofagite pós-operatória de refluxo são tomados 300 mg. A dose diária é dividida em 3 doses e tomada após cada refeição.

A Ono Pharmaceutical é o fabricante do Camostat. Ele é usado no tratamento de algumas formas de câncer e também é eficaz contra algumas infecções virais, além de inibir a fibrose nas doenças hepáticas ou renais ou na pancreatite.

É um inibidor da enzima transmembrana protease, serina 2 (TMPRSS2). A inibição da TMPRSS2 bloqueou parcialmente a infecção por SARS-CoV e coronavírus humano NL63 em células HeLa. Outro estudo in vitro mostrou que o Camostat reduz significativamente a infecção das células pulmonares Calu-3 pelo SARS-CoV-2, o vírus responsável pelo COVID-19.

Em um artigo recente na prestigiada revista CELL, um grupo de pesquisadores da Alemanha demonstrou explicitamente em placas de cultura como o vírus entrava nas células e como o medicamento poderia bloquear significativamente a entrada.

O medicamento foi aprovado para uso no Japão para outras indicações e agora neste ensaio clínico em Israel, será dado a pacientes infectados com COVID-19 em Hospital Hadassah.

Fonte: IsraelHayom