Israelense apresenta solução para veículos autônomos e poupará milhares de vidas

Mais uma vez o Povo de Israel através de sua maior riqueza, suas mentes brilhantes, apresentam uma solução que poderá revolucionar o Mundo em termos de acidentes de trânsitos. O Israelense Amnon Shashua é professor de ciência da computação na Universidade Hebraica em Jerusalém, bem como co-fundador e CTO da Mobileye e co-fundador da OrCam, um dos vice presidentes da Intel Motors, ele apresenta uma solução para veículos autônomos que poupará milhares de vidas.

A Empresa Mobileye ficou famosa por criar um sistema que está sendo implantado em todo Mundo que ajuda a evitar acidentes, o Mobileye. Ele alerta pessoas de perigos nas estradas, da aproximação perigosa na frente, atrás e nas laterais dos veículos.

A exposição do trabalho de Amnon Shashua foi realizada em World Knowledge Forum em Seul na Coréia do Sul.

O modelo desenvolvido por Shashua, junto com seu colega Shai Shalev-Schwartz, outro israelense, é chamado de Segurança Sensível à Responsabilidade (RSS). Ele fornece parâmetros específicos e mensuráveis ao conceito de responsabilidade humana e cautela. Ele define um “estado seguro” onde o veículo autônomo não pode causar um acidente, independentemente do comportamento dos outros motoristas.

Prof. Shashua convocou  os responsáveis pela regulamentação do sector a mudar as regras, de modo que você pode determinar que a culpa em um acidente entre veículos veículo autónomo não tripulado, já que todos os regulamentos actualmente se aplicam aos seres humanos. “A capacidade de atribuir a culpa é a chave para a solução. Assim como os melhores motoristas humanos  do mundo, também carros autônomos não será capaz de evitar acidentes quando existem ocorrência de atos além do nosso controle. No entanto, é improvável que o motorista seja o responsável, consciente em um acidente como resultado de seu erro, especialmente se estivesse equipado com um campo de visão de 360 ​​graus e tempos de resposta mais rápidos, como os carros autônomos “.

O modelo Intel RSS é adequado para adoção por todos os setores e reguladores. Um dos principais objetivos é esclarecer de quem é a responsabilidade legal em caso de acidente. Ele foi desenvolvido e validado em 161 mil quilômetros de condução autônoma em condições reais e garante acidente o veículo autônomo cometerá acidente por culpa própria, exceto em casos de problemas técnicos. O novo desenvolvimento pode reduzir o número de mortes no trânsito de cerca de 40 mil para 40 por ano somente nos EUA. E poderá poupar milhares ou milhões de vidas todos os anos em todo Mundo.

Fonte: Israel Hayom, ISRAEL21c, The Times of Israel