Jerusalém Rumo ao Terceiro Milênio

Jerusalém, a Capita do Estado de Israel está seguindo rumo ao Terceiro Milênio.  Desde a Fundação do Estado de Israel em 1948 a Cidade Santa não para de crescer. Nos últimos anos, por causa do grande número de moradores que já rompeu a barreira de um milhão de habitantes e mais de 4 milhões de turistas previstos para este ano, a necessidade de mudanças nos transportes e vias é bastante grande.

Acima, últimos preparos para a Estação de Trem Expresso Jerusalém – Tel Aviv – 80 metros abaixo do solo.

Ainda este ano será inaugurada em Jerusalém a linha ferroviária expressa entre Jerusalém e Tel Aviv, acredita-se que os passageiros farão a viagem em cerca de 25 minutos. Além disso, deverá ser concluído em breve uma conexão direta com a cidade de Modiin que tem cerca de 100.000 habitantes, aumentando o fluxo entre as duas cidades.

O Governo de Israel por sua vez já anunciou a construção de um teleférico que fará a conexão dos bairros ocidentais com o Muro das Lamentações na Cidade Velha de Jerusalém. O Teleférico de Jerusalém também conectará os visitantes ao Monte das Oliveiras, o que facilitará em muito o complicado transporte na região.

Acima, animação de como será o Teleférico da Cidade Santa, Jerusalém.

Além de todas estas mudanças, o governo já anunciou que a linha expressa para Jerusalém deverá continuar e ter uma segunda estação ferroviária também não muito distante do Muro das Lamentações. Este túnel incrível deverá cortar a cidade por baixo e passará também por debaixo da Cidade Velha, saindo ao lado de onde hoje está a Cidade de Davi.

Remodelação do Centro da Cidade

Desde a inauguração do trem – VLT de Jerusalém, o centro da cidade vem passando por uma remodelação. Antigamente os veículos podiam cruzar a cidade pela Jaffa Street e agora já não podem. Além disso, a região entre o Parque Sacher e a Estação Central Rodoviária da cidade foi remodelada, muitos terrenos baldios e construções velhas foram derrubadas e um grande condomínio foi construído. Esta região que parecia estar um pouco longe do centro tradicional, passou a ser acoplado ao mesmo, incluindo o Centro de Convenções da Nação – Binyanei Ha’Uma.

Agora, com a finalização da Estação Central de Trem a cerca de 80 metros de profundidade entre a Estação Central Rodoviária da cidade e o Centro de Convenções da Nação, iniciou-se poucos meses atrás a escavação de um túnel que permitirá aos motoristas passarem por debaixo da região rumo ao centro antigo da cidade. Com a desapropriação de diversas construções decadentes na região, será criado um novo complexo no centro novo da cidade, bem próximo da entrada pela rodovia 1.

O novo complexo no centro será composto de arranha-céus e um grande parque com calçadão entre eles, formando um ambiente empresarial, comercial e de lazer, dignos para a Cidade Santa neste início de terceiro milênio. Jerusalém está deixando de ser aquela cidade provinciana para assumir o papel da Capital do Moderno Estado de Israel.

A imagens aqui divulgada foram publicadas pela Empresa de Desenvolvimento do Centro de Jerusalém.