Jordaniano foi condenado por terrorismo

O Tribunal Distrital de Be’er Sheva condenou Taher Halaf, um cidadão da Jordânia, por tentativa de assassinato e atos terroristas contra dois israelenses na baía de Eilat, no extremo no sul do país.

Segundo a carta de acusação, em 2018, Nitzel passou para Eilat utilizando seu visto de trabalho em Israel, em um determinado momento, atacou dois mergulhadores no porto de Eilat, batendo neles na cabeça e os feriu gravemente, utilizando um martelo.

Halaf admitiu suas ações e foi condenado sob uma barganha. A promotoria solicitou 19 anos de prisão. A sentença será proferida no final deste mês na cidade de Be’er Sheva, no sul de Israel.

1 comentário em “Jordaniano foi condenado por terrorismo”

Os comentários estão encerrado.