Judeus são impedidos de visitar o Monte do Templo no dia da queda do templo

Em uma decisão bastante criticada por judeus tradicionais e ortodoxos, o primeiro-ministro Benjamin Natanyahu decidiu que o judeus não serão permitidos Subir ao monte do tempo em um dos dias mais tristes para o povo de Israel.

Hoje é Tsha b’Av, O dia em que os judeus lembram a queda dos dois templos de Jerusalém. O primeiro templo foi destruído por Nabucodonosor, Rei da Babilônia. O segundo Templo, Foi destruído pelo general Tito, no ano 70 da era cristã. Isto ocorreu quando milhares de judeus foram massacrados pelos romanos durante a grande revolta judaica na segunda metade do primeiro século.

Desde então os judeus vem lamentando O que chamam ser o maior desastre da fé judaica, a perda de um lugar único de adoração na capital eterna do povo de Israel.

Hoje em sua decisão, o primeiro-ministro de Israel, vai contra a Aspiração judaicaAço de construir um novo templo em Jerusalém. Porém a sua decisão poderá evitar grandes transtornos e a perda de vidas caso um incidente grave de segurança ocorresse hoje na cidade santa, a tensão na cidade é grande nos últimos dias devido as duas comemorações ocorrerem na mesma data.