Líbano em protestos após mega explosão

Cerca de 5.000 manifestantes libaneses se reuniram após um comunicado neste sábado, em uma ação para protestar contra os líderes de seu país na sequência da explosão que ceifou muitas vidas.

Os manifestantes estão dizendo que os líderes corruptos do Líbano e o governo disfuncional são os responsáveis ​​pelo desastre. Eles colocaram postes com cordas e forcas amarradas a fotografias dos governantes do país, incluindo Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah.

As forças que lideram o parlamento começaram a usar gás lacrimogêneo contra eles, e houve explosões e tiros no local. Dezenas de manifestantes conseguiram invadira o prédio do Ministério das Relações Exteriores do Líbano, anunciando que ficariam fortificados no local – e conclamando os libaneses a ocupar escritórios no mundo real também.

Durante os distúrbios desta noite, 142 feridos foram relatados, incluindo 32 que foram evacuadas para escolas. Perto da forca que penduraram, eles agitaram uma placa contra os líderes libaneses que dizia: “Renuncie ou enforque-se.” Muitos gritavam “O povo quer derrubar o regime”, e na platéia foram exibidos cartazes onde se lia “Saiam, todos vocês são assassinos”.

1 comentário em “Líbano em protestos após mega explosão”

  1. Penso que em última análise,o líbano se afundou desde quando,a partir da década de 1980,recebeu os palestinos em seu território e estes ,a partir do líbano,começaram a atacar Israel.Aí,o Líbano começou a afundar.E vai afundar mais ainda,já que abriga e tolera o Hesbollah.
    “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem”(Gn 12.3).

Os comentários estão encerrado.