Mais um atentado terrorista grave foi evitado neste fim de semana em Jerusalém

Felizmente, mais uma tentativa de um atentado terrorista foi inibido em Jerusalem, o que poupou com certeza a vida de muitas pessoas. O incidente corroeu na Cidade Santa, na cerca que divide os territórios sob o controle de Israel e os chamados territórios palestinos.

Um gangue de terroristas que colocou uma carga explosiva na rota da cerca de segurança na área de Jerusalém foi presa na última segunda-feira pela polícia de fronteira.

Uma acusação severa contra eles foi apresentada em um tribunal, por se preparar para realizar um ato de terrorismo, uma tentativa de causar a morte e colocar explosivos.

Na segunda-feira passada, os soldados fizeram uma emboscada na área da cerca do vilarejo de A-Tira, quando de repente perceberam um veículo suspeito que chegou ao local com três terroristas que a descarregaram e começaram a colocar um dispositivo explosivo composto de pneus e um bujão de gás.

Os combatentes cercaram os terroristas e realizaram um procedimento para apreender um suspeito, o que incluiu um tiroteio. Os terroristas não foram atingidos pelos tiros dos combatentes e um conseguiu escapar. Os outros dois membros foram presos posteriormente e levados a interrogatório.

Um dia após a prisão dramática, o terceiro membro da célula terrorista foi preso durante uma operação da Polícia das Fronteiras na vila de Beit Daku e na quarta-feira o veículo usado pelos membros da célula foi encontrado e três terroristas presos entre 17 e 19 anos.

Todos os dias diversos árabes palestinos são presos por causa do envolvimento com o terrorismo. Semanalmente são dezenas, a motivação para o terrorismo vem principalmente por causa de promessas tanto de grupos terrorista quanto a Autoridade Palestina, com promessas infundadas como 70 virgens no paraíso e sustendo para a família. Nem um e nem outro eles recebem, estes malditos vão para o inferno e as famílias ficam sem teto e passando fome.

Os comentários estão encerrado.