Mais um incidente grave de segurança no Irã

Outro incidente grave de segurança ocorreu no Irã, quando o oleoduto principal do país explodiu hoje, neste sábado, no sudoeste de seu território e um enorme incêndio ocorreu no local, as informações foram divulgadas por organizações associadas à oposição do governo.

A explosão ocorreu perto da cidade de Sir Bender, no distrito de Ahwaz, onde há uma grande população árabe e há uma revolta contra o governo. Cerca de duas semanas atrás, ocorreu uma explosão em uma usina principal no mesmo distrito.

Este é outro incidente na cadeia de incidentes que afetou as instalações sensíveis do país nos últimos trinta dias. Há três dias, houve um incêndio em sete navios no porto de Bushehr.

Outro incidente extremamente perigoso ocorreu na instalação nuclear de Natanz no início deste mês. O incidente teria afetado o programa nuclear iraniano, segundo alguns relatos, o ataque teria sido atribuído a Israel.

É importante salientar que o Irã apoiou nos últimos anos, as milícias pró iranianas no Yemen, a realizarem diversos ataques contra o governo e instalações estratégicas da Arábia Saudita nos últimos meses. A imprensa nem se quer lembra o ocorrido, mas a população árabe que vive na região dos últimos incidentes, pode estar sendo usada tanto pela a Arábia Saudita quanto pelo ocidente, para apoiar tais operações. Os governantes terroristas da ditadura, a República Islâmica do Irã, abriram uma caixa de pandora financiando o terrorismo, e agora não sabem como fazer para que os demônio retornem para ela e os ataque parem. O Irã plantou, o Irã está colhendo o seu próprio veneno.

1 comentário em “Mais um incidente grave de segurança no Irã”

  1. Tantos incidentes e acidentes assim não deixam dúvida:alguém está atacando sorrateiramente o Irã,sabotando algumas de suas importanates instalações.
    Três são os suspeitos naturais:Arábia Saudita,EUA e Israel.Pode ser um e como pode ser os três agindo em conjunto.Dos três,considero que somente Israel tem o peito ,a coragem,o ‘knowrow’ e os maiores motivos para agir contra o regime dos aitolás.
    “De força me cingiste para o combate”(2 Sm 22.40a).

Os comentários estão encerrado.