Mike Pompeo: Sem confronto com Irã não haverá Paz no Oriente Médio

Ontem o Primeiro Ministro do Estado de Israel viajou para Varsóvia na Polônia para conversações de PAZ para o Oriente Médio, enquanto isso, o governo ditatorial do Irã ameaçou mais uma vez de exterminar o povo de Israel em “comemoração dos 40 anos da revolução islâmica”.

Netanyahu em entrevista pouco antes de partir deu uma coletiva falando sobre a conferência e sobre o Irã, em resposta as ameaças ele disse:

Se o Irã tentar atacar Israel como ele está ameaçando, esta será a última vez eles vão comemorar a revolução islâmica.

Cresce a pressão no Oriente Médio contra a República Islâmica do Irã e sua política imperialista, Estados Unidos, Israel, Arábia Saudita e países do Golfo estão se unindo em uma frente anti-iraniana. Pela primeira vez um líder na diplomacia internacional está falando aquilo que somente os governantes de Israel tinham coragem de declarar, a Ditadura do Irã é o problema do Oriente Médio.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse durante seu encontro com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu na Conferência de Varsóvia, que alcançar paz e estabilidade no Oriente Médio envolve um confronto com o Irã.

Eles estão operando no Líbano, Síria, Iraque, Iêmen, ajudando os Houthis, Hamas e Hezbollah, que são ameaças reais, você não pode alcançar a paz sem confrontar o Irã.

Netanyahu agradeceu a Mike Pompeo e disse:

O que está acontecendo aqui é um ponto de inflexão histórico, e um primeiro-ministro israelense e ministros das Relações Exteriores dos principais países árabes se uniram e protestaram contra a ameaça comum do regime iraniano.

Ainda há um grande receio de que um ataque de uma coalisão ocidental e árabe no Irã venha a se tornar um tiro que sai pela culatra, gerando ainda mais conflitos intermináveis, o Oriente Médio é um barril de pólvora e o Irã está assentado sobre ele e quer acender o fósforo.

Foto: Mike Pompeo na Casa Branca, White House