Mistério: Base Síria foi bombardeada

A rede libanesa Al-Miyadin informou que mísseis que atingiram o aeroporto T-4 em Homs passaram pelo mar Mediterrâneo, por cima do Líbano desde o mar até a Síria.

O Pentágono declarou que os Estados Unidos não haviam realizado nenhum ataque aéreo em território sírio e que continuava monitorando de perto a situação no país. A declaração disse que o Pentágono apoia a necessidade de levar em conta os meios diplomáticos com aqueles que usam armas químicas na Síria.

A televisão estatal síria informou que várias pessoas foram mortas e outras ficaram feridas no ataque à base da força aérea síria na província de Homs. Segundo a agência oficial de notícias “Sana”, oito mísseis foram disparados na base aérea e interceptados e aparentemente foi um ataque americano.

A mídia síria informou o ataque ocorreu em uma base aérea militar pertencente ao regime de Assad perto da cidade de Homs. Esta base foi atacada meses atrás pela Força Aérea de Israel.

A suspeita recaiu sobre os Estados Unidos por causa da forma de operação, típica da Força Aérea dos Estados Unidos, normalmente de longas distâncias, enquanto Israel normalmente o faz de poucas distância. Além disso, a Força Aérea de Israel estava ocupada com um ataque aos postos do Hamas em Gaza após um atentado realizado na fronteira com o país.

Obviamente em casos como este, nenhum país assumirá a autoria deste ataque, mas com certeza ele foi efetuado em resposta ao ataque químico realizado esta semana pelo sanguinário Assad, o Ditador e Presidente da Síria.

Segundo a Síria e a Rússia, Israel é quem teria atacado e destruído a base onde varias pessoas teriam morrido, inclusive iranianos. Se a morte de iranianos for confirmada, isto é a comprovação de que o Estado de Israel está certo o tempo todo em suas colocações sobre a presença iraniana em solo da Síria. Israel por sua vez já cansou de avisar que não vai tolerar a presença iraniana armando e preparando o campo para atacar ISRAEL do solo da Síria. O Governo de Israel por sua vez não confirmou o ataque, bem como não confirmou os ataques anteriores.