Monte Hermon lotado de visitantes

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Ontem, no começo da tarde chegamos a estação de esqui no Monte Hermon. O frio estava arrepiante, e não dava nem mesmo para respirar direito, pois o vento ainda estava forte o suficiente para congelar qualquer coisa, com a temperatura média de zero graus e um branco infinitamente lindo.

A luta para visitar o Hermon sempre começa na subida, dez quilômetros antes de chegar a estação de esqui, uma fila imensa de carros que tentavam descer do monte, principalmente daqueles que não queriam pagar cerca de 50 shekels por cada pessoa, e 43 shekels por cada criança, um preço um tanto salgado. Por isso, muitos chegam na subida do monte e se contentam de brincar na neve em volta da estrada que leva a estação de esqui.

Todas as vezes que vamos ao Hermon, não podemos nos conter, afinal, já vinhemos de tão longe(região central de Israel), após cerca de 3 horas de viagem, temos que entrar e aproveitar o máximo.

Ficamos ali curtindo o gelo somente por algumas horas, guerras de bolas de neve e uma subida no teleférico não parte natural de nossos rituais de diversão no Hermon. Depois das 16:00 horas tudo começa a escurecer rapidamente na região, então, como tradição, empilhamos bastante neve sobre o carro, e começamos a nos dirigir rumo ao sul… então a surpresa…

Antes de chegarmos no meio do caminho entre o monte e a aldeia druza que fica nas suas fraldas, nos deparamos com uma fileira de carros astronômica em um engarrafamento sem motivo algum, simplesmente porque os israelenses gostam de parar nas margens e aproveitarem para curtis as pitas druzas(pão árabe druzo, bem fino e sem fermento) com Lebane, uma especie de queijo azedo, com azeite de oliva que eles mesmos produzem.

O engarrafamento durou somente 1 hora e 50 minutos para uma distância de pouco mais de 8 quilômetros, levamos mais 3 horas até o centro do país e demos graças ao pai, pois podia ser bem pior. A propósito, hoje a situação está bem pior, o número de visitantes é ainda maior, pessoas chegaram na estação de esqui até mesmo às 4 horas da madrugada, e que horas vão conseguir voltar? Só o Senhor é quem sabe, o engarrafamento deverá ser ainda mais cruel, esta semana, a estação de esqui deverá estar lotada durante todos os dias, e para o fim de semana, uma nova frente fria já deverá estar a caminho.

Se você está em Israel e deseja se aventurar, encha o tanque de gasolina, leve bons casacos e meias para trocar, coloque na sua bagagem muita paciência, boa viagem, bom passeio!