Netanyahu: Condenamos a agressão da Turquia, ajudaremos os curdos

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu condenou nesta quinta-feira a tarde a operação militar da Turquia no norte da Síria.

“Israel condena fortemente a invasão militar turca das províncias curdas na Síria e alerta contra a limpeza étnica dos curdos pela Turquia e seus parceiros”, disse Netanyahu. “Israel fará todos os esforços para fornecer assistência humanitária ao bravo povo curdo”.

No entanto, mesmo em suas palavras de condenação, Netanyahu se recusa a criticar os EUA por retirar suas forças do norte da Síria. Netanyahu acrescentou, “sempre lembramos e aplicamos a regra básica que nos guia. Israel se defenderá sozinho diante de todas as ameaças “.

Hoje cedo, os ministros do gabinete de segurança expressaram uma grande preocupação após a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de retirar suas forças militares do nordeste da Síria, permitindo que a Turquia atacasse as forças curdas na região.

“Esta política separatista de Trump está dando vantagens aos agressores da região”, alertou um dos ministros do gabinete. Israel é o primeiro país que faz uma condenação severa a Turquia e diz que irá dar apoio humanitário aos curdos, cuja sombra de extermínio está agora pairando sobre eles.

2 comentários em “Netanyahu: Condenamos a agressão da Turquia, ajudaremos os curdos”

  1. Penso que os curdos são descendentes da tribo do norte que foi levada pelos assírios. São filhos de israel.

Os comentários estão encerrado.