Netanyahu insinuou aprovação de Casino em Eilat e caiu na crítica

Esta semana em Jerusalém o Primeiro Ministro de Israel insinuou que levaria adiante o projeto de provação de um Casino em Eilat com a desculpa de que o mesmo iria melhorar as condições econômicas da cidade no extremo sul de Israel, não demorou muito para ele receber uma tonelada de críticas tanto da população quanto de todos os partidos, sejam de esquerda ou de direita.

Não há dúvidas de que a cidade ao sul de Israel, Eilat sofre com a distância dos grandes centros comerciais em Israel e por estar um tanto longo das principais rotas turisticas.

Os moradores e os turistas em Eilat já gozam de um desconto de 17% em todas as compras por causa da isenção de imposto MAAM que é semelhante ao ICMS no Brasil, além disso, a cidade goza de uma rede hoteleira invejável além de muitas atrações voltadas ao turismo interno e externo, mesmo assim, a situação ainda é precária, principalmente devido a crise que o Estado de Israel enfrenta na área turística.

Desde meados de 2014 durante a operação Chumbo Fundido em que as Forças de Defesa de Israel tiveram que intervir na Faixa de Gaza e o país sobre ataque de milhares de mísseis lançados pelo Hamas, o país não voltou a ser o mesmo e o setor mais afetado de todos foi o turístico.

Os líderes de oposição alegam que a criação de um casino poderá levar a um aprofundamento nas diferenças sociais, violência, corrupção e até mesmo desenvolvimento de máfias ligadas ao jogo. Está certo que Benjamin Netanyahu é considerado um cérebro na área econômica, mas têm provado ser muito fraco em política social.

mapa_de_eilat