O Mosaico Romano de Lod está dando a volta ao Mundo

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

O mosaico romano de Lod, em Israel foi descoberto em 1996 durante a construção da estrada em Lod (Lidia). A escavação de salvamento foi imediatamente conduzido pela Autoridade de Antiguidades de Israel, revelando uma série de pisos de mosaico medindo aproximadamente 50 metros de comprimento por 27 metros de largura e foi divulgado pela primeira vez em lingua portuguesa pelo nosso site.

Para preservar os até que o financiamento assegurasse sua escavação científica completa e conservação dos mosaicos que estavam enterrados. Retirados do solo em setembro de 2009, o grande painel central e dois painéis retangulares adjacentes foram exibidos ao público pela primeira vez no The Metropolitan Museum of Art em New York, EUA, de 28 de setembro de 2010 em uma exposição que documentou a descoberta e a história da remoção do mosaico, conservação e eventual viagem para os Estados Unidos.

De qualidade excepcional e em excelente estado de conservação, o mosaico Lod se acredita pertencer a uma grande e bem equipada casa romana e é datado de cerca de 300 DC. O painel central quadrado foi encontrado no que foi, provavelmente, uma grande sala de audiência. Dentro de uma área com 13 metros quadrados e é foramado por uma série de pequenos quadrados e triângulos contendo vários pássaros, peixes e animais que cercam a cena octagonal maior com ferozes animais de um leão e leoa, um elefante, uma girafa, um rinoceronte, um tigre e um touro selvagem.

Estes animais foram bem conhecida pelos romanos desde que apareceram em jogos gladiatórios, onde quer que eles foram lançados contra o outro ou contra adversários humanos. Ao lado do painel central para o norte e sul estavam dois painéis de fromas retangulares menores. O painel norte explora o mesmo tema que o painel principal com várias criaturas; o painel do Sul é dedicado a uma cena marinha única, e completa, com dois navios mercantes romanos. Uma característica marcante de todos os mosaicos é que nenhum deles contém figuras humanas. Porque as imagens do mosaico não tem conteúdo religioso evidente, os especialistas não conseguem determinar se o proprietário era um pagão, um judeu ou cristão.

Após sua apresentação no Metropolitan Museum of Art, a exposição vai estar em exposição no Museu da Legião de Honra, em San Francisco, o Museu Field, em Chicago, a Columbus Ohio Museum of Art, Museu da Universidade da Pensilvânia, o Museu do Louvre em Paris , o Altes Museum, em Berlim, e Waddesdon Manor, na Inglaterra. Desde o dia 23 de Maio até o dia 19 de Agosto, quem desejar vê-lo poderá ver sua exposição no Museu do Louvre em Paris na França.