Operação militar da Turquia começa incomodar a muitos

Mike Pompeo disse a imprensa internacional que os Estados Unidos, com sua retirada da região norte da Síria, não deu nenhuma autorização a Turquia para realizar ataques genocidas contra os curdos na região.

O secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, abordou sobre o ataque turco aos curdos no norte da Síria, dizendo: “Ninguém deve acreditar nos EUA e negociar um acordo com eles pois seu destino será decepcionante. Os americanos abandonaram os curdos da noite para o dia, e esse é o destino daqueles que confiam nos EUA”. Nasrallah disse isso em uma reunião semanal de clérigos.

O chefe do Instituto de Pesquisa de Segurança Nacional, general Amos Yadlin, em entrevista ao portal israelense, Ynet sobre a invasão turca do norte da Síria e a retirada dos EUA da região: “Os curdos foram traídos. Assad não compartilha do plano de Erdogan: “Ele não está feliz com a invasão turca, mas está muito feliz com a saída dos americanos”.

Cresce a preocupação tanto da Síria quando de Israel, de que as ações de Erdogan não passam de uma tentativa de invasão da região. Erdogan ainda sonha com o imperialismo otomano e em seu discurso populista já até convocou os muçulmanos do mundo inteiro para invadir e destruir Israel em apenas uma semana. Mas em se tratando de um país muçulmano atacando outros muçulmanos, sabemos que nenhuma crítica dará em nada. Os maiores inimigos dos muçulmanos são eles mesmos, ficam felizes quando mais gente morrem em nome de Allah e não se importam nem mesmo quem seja.

1 comentário em “Operação militar da Turquia começa incomodar a muitos”

  1. Shslom…lindo dfiretor do Cafetorah pedir perdao no dia do perdão…tenha cuidafo com os q dão fslsa informação…aqui tem ate uns usa o cel de outro pra dizer coisas q a pessoa não diz…e se dizem esperto…Deus q tudo vê os julgará…as noticiss voltaram depois d Yom kpur. Q Adonai ajude Israel.

Os comentários estão encerrado.