Pai de quatro filhos morreu durante disparos de mísseis contra Ashkelon

Disparos de mísseis continuam – Moshe Agadi, 58, de Ashkelon, é a primeira vítima fatal israelense nesta rodada de violência entre Israel e os grupos terroristas da Faixa de Gaza.

Moshe Agadi foi morto esta noite por pelos estilhaços de um foguete disparado contra Ashkelon, ele era pai de quatro filhos, os estilhaços o atingiram no peito.

Segundo informações divulgadas pelos grupos terroristas, em uma sala de operações conjunta das alas terroristas em Gaza, estão ameaçando aumentar a distância dos disparos contra Israel.

O porta-voz das Forças de Defesa de Israel disse que durante a noite os aviões atacaram cerca de 60 alvos terroristas na Faixa de Gaza, incluindo túneis e compostos militares do Hamas e da Jihad Islâmica.

Além disso, as forças da marinha atacaram embarcações operacionais de ambas as organizações. Desde o início da onda de violência, ontem em Israel, foram identificadas cerca de 430 lançamentos. O sistema de defesa, Domo de Ferro interceptou mais de cem lançamentos contra áreas populacionais.

Mais dois membros da ala militar da Jihad Islâmica foram mortos em ataques da IDF durante a madrugada na Faixa de Gaza, e a Força Aérea bombardeou uma série de alvos após os disparos contínuos nas comunidades ao redor da área.

Por enquanto a violência continua, o governo tem uma reunião do gabinete de segurança marcada para o meio dia, hoje de Jerusalém.