Pai do Primeiro Ministro de Israel, Sr. Benzion Netanyahu morreu hoje

O renomado historiador e ativista revisionista morreu hoje, 30-04-2012, em Jerusalém com a idade de 102. Benzion Netanyahu nasceu em Varsóvia, e imigrou para Israel no ano de 1920.

O pai do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Benzion Netanyahu, morreu nesta segunda-feira. Nos últimos dias o primeiro-ministro ainda pode de visitar seu pai em sua casa na cidade de Jerusalém pela última vez no domingo passado.

Netanyahu foi um historiador de renome, especializado na idade de ouro da história judaica na Espanha, e professor emérito da Universidade de Cornell nos Estados Unidos.

Benzion Netanyahu também foi secretário de Zeev Jabotinsky, que foi um líder revisionista do movimento sionista nos Estados Unidos muito conceituado em Israel.

Ele também serviu como o editor de ciência para a Enciclopédia Hebraica, publicada entre os anos de 1944 e 2005.

Prof. Netanyahu era conhecido por ter opiniões políticas que eram muitas vezes mais para direitistas do que o seu filho, e muitas vezes fez publicamente críticas as políticas do atual primeiro-ministro, seu filho.

Em 2004, ele assinou uma petição de acadêmicos que se opunham a evacuação da população judaica residente na Faixa de Gaza.

Benzion Netanyahu nasceu em Varsóvia, na Polônia, no ano de 1910. Sua família imigrou para a Terra de Israel em 1920 e, eventualmente, se estabeleceram em Jerusalém Ocidental.

Em 1944, ele casou-se com Tzila Segal. O casal teve três filhos: Jônatas, nascido em 1946, um ex-comandante da Sayeret Matkal, que foi morto em 1976 durante a Operação Entebbe, Benjamin, nascido em 1949 e Ido, nascido em 1952, um médico, autor e dramaturgo.

Ao marcar o seu 100º aniversário de seu pai, Netanyahu declarou: \”Foi meu pai quem me ensinou que aqueles que não estão familiarizados com o passado não podem entender o presente e aqueles que não podem entender presente não podem ver o que está por vir.”

Os comentários estão encerrado.