Palestino mata soldado Israelense para negociar o corpo

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

Ontem, durante a Festa dos Tabernáculos, um palestino que trabalha com um jovem soldado em uma construção, tinha convencido o jovem de ir com ele até a cidade de Qalqiliya na área palestina da Samaria.

Segundo as investigações, o palestinos que tinha licença de permanência em Israel por ser casado com uma árabe israelense, planejou o assassinato para utilizar o corpo do soldado em negociações afim de libertar seu irmão da prisão.

O corpo do soldado foi encontrado em um poço em uma região desértica um dia depois de ter sido assassinado. O caso veio a tona no terceiro dia de uma das festas judaicas mais importantes para o Povo de Israel, a Festa dos Tabernáculos.

Este ano, como todos os anos, não podia se esperar nada menos do que a violência absoluta por parde de uma população que santifica o ódio e o terrorismo.

As investigações ainda continuarão e mais detalhes deste crime hediondo serão revelados em breve.

Nossa esperança é que a continuidade da Festa dos Tabernáculos possa prosseguir em PAZ.