Parlamentar árabe fez conferência com Hamas e pode ser destituído

Um dia após o parlamentar árabe israelense, Ayman Odeh participou de uma conferência virtual da Fatah e Hamas em Ramallah, o parlamentar Bezalel Smutrich da direita israelense, nesta quinta-feira, dirigiu-se ao presidente do Knesset, Yariv Levin, com um pedido para que ele iniciasse o processo de destituição do presidente da lista conjunta.

De acordo com Smutrich, Ayman Odeh deverá ser destituído de acordo com o Artigo 7A da Lei Básica do Knesset(o parlamento), segundo o qual nenhuma pessoa deve servir como membro do parlamento se ele agiu para negar a existência do Estado de Israel ou apoiou uma luta armada por uma organização terrorista como o Hamas, contra o Estado de Israel.

Em sua carta, Smutrich se referiu à conferência virtual em que o parlamentar Ayman Odeh participou, do Comitê Central da Fatah e responsável pelo movimento de luta contra o programa de soberania israelense, Jibril Rajoub, e o vice-chefe do departamento político de Saleh Al-Aruri do Hamas.

“A conferência tratou do plano da Autoridade Palestina de se opor à aplicação da soberania do Estado de Israel e incluiu o apoio à luta armada contra o Estado de Israel em cooperação com o representante da Lista Conjunta”, escreveu Bezalel Smutrich.