Paz em Israel, Atentado na França, 3 mortos

Por décadas os franceses se quer criticaram os atentados terroristas palestinos em Israel, ao contrário, sempre defenderam chamando-os e apresentando-os como os coitadinhos palestinos, agora, os islamistas estão ensinando uma dura lição para o governo e o povo francês. Nunca se coloque ao lado de sociedades islamistas e contra sociedades democráticas.

Nesta manhã, um terrorista armado com uma faca matou pelo menos três pessoas e feriu várias outras em um ataque com facadas perto da igreja Notre Dame em Nice, França. O terrorista foi preso, não antes de, segundo consta, decapitar uma das vítimas. O prefeito de Nice, Christian Astrosi, anunciou no Twitter, minutos após o incidente, que acreditava ser um ataque terrorista. Mais tarde, ele atualizou que uma investigação preliminar revelou que o terrorista gritou repetidamente “Allahu Akbar”.
Ainda não está claro neste momento se a matança ocorreu dentro ou perto da igreja. Durante o incidente, o próprio terrorista também foi ferido e, após ser preso, foi levado ao hospital para tratamento.

Após o ataque, o prefeito de Nice anunciou que o presidente francês Emmanuel Macron estava partindo para o local, e lá chegaria nas próximas horas. No momento do atentado, realizou-se uma sessão da câmara baixa do parlamento francês a respeito das novas restrições corona impostas na França e, ao saber do atentado, a audiência foi suspensa para um minuto de silêncio em memória dos assassinados.

A França está atualmente em alerta máximo por medo de ataques islâmicos. Apenas neste mês, um terrorista assassinou Samuel Patti, um professor do ensino médio, por ousar mostrar aos alunos piadas sobre o Profeta Muhammad e publicadas na revista satírica “Charlie the Bedouin”. O terrorista decapitou Patti, como punição por usar desenhos animados para dar uma aula sobre liberdade de expressão a seus alunos.

No mês passado, dois terroristas realizaram um ataque de facadas perto da antiga residência de “Shirley, o Beduíno”, onde ativistas extremistas islâmicos em 2015 realizaram um massacre mortal em retaliação à revista que publicava os cartuns zombeteiros que lidavam com o Profeta do Islã.
As tensões de segurança têm sido evidentes repetidamente nos últimos dias nas ruas da França. Na terça-feira, a polícia foi forçada a evacuar o parque perto da Torre Eiffel, em Paris, após encontrar uma bolsa contendo munição. Ao mesmo tempo, a área ao redor do Victory Gate é evacuada, após um alerta de bomba. Ambos os incidentes terminaram sem vítimas.

O povo e o governo de Israel, ao contrário dos franceses, sempre estará ao lado deles, principalmente quando terroristas cruéis matam pessoas inocentes. Que Adonai console as famílias das vítimas.

Fonte: YnetNews, IsraelHayom, JerusalemPost

2 comentários em “Paz em Israel, Atentado na França, 3 mortos”

  1. A França está pagando por sua política ateísta que de ateísmo mesmo só tem contra o único Deus verdadeiro.Todos os deuses pagãos são bem-vindos.
    Quantas vezes a França ficou contra Israel quando este revidava e exterminava terroristas assassinos de inocentes!
    “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem.

  2. Venderam a França para os mulçumanos, foram inimigos de Israel, tentam prejudicar outros países como o Brasil… aí está a sementeira de anos dando frutos. Boa colheita Macron. O ruim é que o povo nem sempre defendeu o que os governantes defenderam nos últimos anos, mas pagam a conta juntos.

Os comentários estão encerrado.