Plano do Hamas descoberto por Israel – Invadir por terra

Curso Herança Judaica do Novo Testamento

A justiça de Israel liberou a publicação de que no último mês de Julho, o Serviço de Segurança Nacional – Shin Beit, prendeu o palestinos de Gaza Ibrahim Adel Shahadeh Sha’er de 21 anos e que além de ser um ativista do Hamas é um excavador de túneis para o grupo terrorista.

Durante as investigações, Ibrahim Adel entregou cada detalhe de sua função e as intensões do grupo terroristas mais perigoso do Mundo, o Hamas.

Ibrahim ainda declarou que a intensão real do grupo ao pavimentar a estrada que está sendo construida não muito distante da fronteira com Israel, é de utilizá-la para que centenas ou milhares de veículos do Hamas possam disparar rumo a fronteira do Estado de Israel, fazendo com que as Forças de Defesa de Israel se tornem incapaz de neutralizar o ataque.

Ibrahim Adel Shahadeh Sha’er em seu interrogatório ainda confessou que o Irã é quem envia todo todo itpo de equipamento e treinamento para o Hamas, materiais eletrônicos avançados são enviados para Gaza por meio da ajuda humanitária que o estado terrorista recebe para restauração.

Shahadeh Sha’er ainda disse que o comando miliar do Hamas ordenou que explosivos e armamentos fossem armazenados em residências de civis por medo de serem exterminados por Israel, e que ele mesmo armazenou em sua residência 3 cargas explosivas de 50 quilos cada uma.

O ativista ainda confessou que ele participou da logisticas e das observações durante a última operação militar em Gaza, nos últimos meses ele estava operando como operador de trator nas escavações de túneis.

Shahadeh Sha’er ainda detalhou a localização exata de diversos túneis que o Hamas está cavando no sul da faixa de Gaza, até mesmo as passagens para as entradas dos túneis e a sua extenção, bem como a localização em área urbana na Faixa de Gaza.

A prisão deste ativista do Hamas sem dúvida alguma é um sinal vermelho para as Forças de Defesa de Israel e um grande sucesso operacional da Polícia de Israel e do Shin Beit, agora cabe ao Estado de Israel exigir a preparação adequada do exército mediante as ameaças apresentadas após a investigação.

Ibrahim Adel Shahadeh Sha’er será julgado por porte de arma, contato ilegal com com agentes, terrorismo, tentativa de assassinato, contrabando e porte ilegal de armamento, ele deverá apodrecer na cadeia.